O Universo Graciliano

O Universo Graciliano

Por | 2018-06-16T23:47:58+00:00 9 de Maio de 2015|Resenha cinematográfica|0 Comentários

O Universo Graciliano. (Documentário/Biografia); Elenco: Oscar Niemeyer, Lêdo Ivo, Paulo Mercadante, Luiza Ramos Amado, Elisabeth Lins do Rêgo, Marina Baird Ferreira; Direção: Sylvio Back; Brasil, 2013. 84 Min.

Essa semana entra em cartaz em pequeno circuito o documentário de Sylvio Back  sobre o escritor alagoano, jornalista, político e memorialista brasileiro do século XX, Graciliano Ramos. Mais conhecido pelas obras “Vidas Secas” (1938) e “Memórias do Cárcere” (1953).

570183

O longa-metragem traz depoimentos, entrevistas, conversas, testemunhos – como queiram chamar –  de pessoas que conheceram Graciliano, e dele, tinham, ao menos, um episódio para contar. De historiadores a  jornalistas, de advogados a educadores, de  arquitetos a operários, dentre eles,  seu motorista e seu engraxate particular. Dentre os amigos e familiares: o poeta Lêdo Ivo, o advogado Paulo Mercadante, o arquiteto Oscar Niemeyer, a filha Luiza Amado Ramos, a filha de José Lins do Rêgo, Elisabeth Lins do Rêgo e a viúva de Aurélio Buarque de Hollanda, Marina Baird Ferreira.

367170_jpg-c_640_360_x-f_jpg-q_x-xxyxx

O Universo Graciliano é um mar de narrativas que abordam as relações amorosas, o período do cárcere, a experiência como prefeito da cidade Palmeira dos índios, em Alagoas, a militância no Partido Comunista Brasileiro e pontuam os aspectos de sua personalidade e sua dissonância em relação às ordens instituídas dentro das instituições como a família e o partido político. Relatam, ainda, o processo de criação de algumas de suas obras, a influência da sua escrita e a sua relação com a política getulista.

universo1

O cineasta Sylvio Back é um profissional com mais de setenta prêmios nacionais e internacionais , dentre eles o prêmio Glauber Rocha. Mais conhecido no Brasil por “Aleluia Gretchen” (1976), tem no currículo duas cinebiografias: “Cruz e Sousa – O Poeta do desterro” (1998), a biografia do poeta Cruz e Sousa, um dos precursores do Simbolismo na literatura brasileira, e “Lost Zweig” (2002) que relata a vinda do escritor judeu Stephan Zweig ao Brasil até o seu suicídio em 1942. Com esse cabedal Sylvio Back fez um apanhado de relatos sobre Graciliano com o uso de  imagens de arquivo, dando origem a este registro de memória sobre o escritor brasileiro.

o-universo-graciliano-oscar-niemeyer-foto-antonio-luiz-mendes

“O Universo Graciliano” é um passeio pela mentalidade e os valores dos anos 30, 40 e 50 e um inventário dos costumes, ideias e vocabulário da época. É uma viagem pela primeira metade do século XX através de depoimentos. Uma ode à vida e  obra de um dos maiores escritores da literatura brasileira. O documentário também está disponível em outras plataformas, mas assistir em tela grande é imperdível e não tem preço.

timthumb

Sobre o Autor:

Crítica cinematográfica, editora do site Cinema & Movimento, mestre em educação, professora de História e Filosofia e pesquisadora de cinema. Acredito no potencial do cinema para fomentar pensamento, informar, instigar curiosidades e ser um nicho rico para pesquisas, por serem registros de seus tempos como registro de mentalidade, nível tecnológico e momento histórico.

Deixar Um Comentário