Garota Exemplar

Garota Exemplar

Por | 2014-10-15T02:50:11+00:00 15 de outubro de 2014|Crítica Cinematográfica|0 Comentários

Garota Exemplar (Gone Girl). (Drama/Mistério/Thriller); Elenco: Ben Affleck, Rosamund Pike, Neil Patrick Harris; Diretor: David Fincher. USA, 2014. 149 Min.

Do que são capazes  a literatura e o cinema na criação de uma história a partir de nuances de personalidade. Baseado no livro homônimo, um Best-sellers americano, escrito pela jornalista Gillian Flynn, “Garota Exemplar” é um filme cheio de mistério, que prende a atenção do inicio ao fim e surpreende. O livro tem como chamada literária, no Brasil, “o casamento mata”, independente do trocadilho, essa é, basicamente, a lição de moral deste casamento em particular. A história versa sobre o desaparecimento súbito de Amy (Rosamund Pike),  cuja suspeita recai sobre o marido Nick (Ben Affleck). Uma trama inteligente  que traz a psicopatia como personagem principal, e as possibilidades sobre, do que é capaz a mente que passa por cima dos limites impostos pela sociedade e pela natureza, em nome da vingança e do exercício de poder numa relação.

Garota-Exemplar-livro-e-filmeO filme é um desfile de famosos e premiados no mundo do cinema. Dirigido por David Fincher de “Clube da Luta”,  indicado a dois Oscares por “A Rede Social” e “O Curioso Caso de Benjamim Button”. Tem como uma das produtoras, a também oscarizada, Reese Whiterspoon. A trilha sonora tem a assinatura divida entre Trent Reznor de “Estrada Perdida” de David Lynch e Atticus Ross de “Crepúculo”(I), e ambos também dividiram o Oscar por “A Rede Social”. A fotografia é de Jeff Cronenweth, indicado ao Oscar 2011 por “Millenniun: os homens que não amavam as mulheres”. Na atuação tem Ben Affleck de “Argo” também oscarizado e Rosemund Pike de “Orgulho e preconceito”. David Fincher e Gillian Flynn estão com tudo e não estão prosa.

figura_garota-exemplar_interno_blogA história é uma mistura de “Rebeca” de Alfred Hitchcock e “Atração fatal” de Adrian Lyne. É perspicaz, revelador, mas  decepciona aos que gostam de finaizinhos justos. Logo, é realista, até porque, a vida nem sempre é justa. Em suma, é uma boa pedida para quem gosta de histórias com meandros psicológicos.

Garota Exemplar

Sobre o Autor:

Crítica cinematográfica, editora do site Cinema & Movimento, mestre em educação, professora de História e Filosofia e pesquisadora de cinema. Acredito no potencial do cinema para fomentar pensamento, informar, instigar curiosidades e ser um nicho rico para pesquisas, por serem registros de seus tempos como registro de mentalidade, nível tecnológico e momento histórico.

Deixar Um Comentário