‘My Name is Lenny’ – catarse a domicílio

>>>‘My Name is Lenny’ – catarse a domicílio

‘My Name is Lenny’ – catarse a domicílio

Por | 2020-07-30T17:21:41+00:00 30 de julho de 2020|Crítica Cinematográfica, Plataforma Streaming|0 Comentários

Estreia no streaming o filme inglês “My Name is Lenny” que conta a história do lutador de boxe Lenny McLean (1949 – 1998) que ficou notabilizado por gostar de lutar com as mãos nuas e conhecido por sua raiva visceral. Produzido em 2017 e dirigido por Ron Scalpello o longa é um recorte da vida do lutador sob o viés da catarse de suas dores e traumas através do esporte de combate. A abordagem nos remete a “Você Nuca Esteve Realmente Aqui” (2017) dirigido por Lynne Ramsay que também conta a história de um homem cujos traumas de infância influencia sua vida.

Ambientado na Década de 70 do século XX – anos de juventude de McLean – a obra referencia-se na infância dolorosa do lutador, seus traumas e distúrbios emocionais trazendo o esporte como uma grande válvula de escape de sua raiva incontida. Roteirizado por Paul Von Carter de “Fred” (2018) e; Martin Askew de “Snow in Paradise” (2014), “My name is Lenny” é dirigido por Ron Scalpello, oriundo de comerciais de TV e vídeos musicais. Ron tem no currículo seis longas-metragens, dois curtas e está pre-produzindo “Frankel”. Com a cinebiografia de Lenny McLean o diretor dá ênfase às questões psicológicas do lutador e a forma com a qual ele as superou.

Estrelado pelo autraliano Josh Helman de “Jack Reacher (2012); “Mad Max” (2015); “X-men :Apocalipse” (2016) o longa tem uma direção de arte venerável sobre a década de 70 dirigida por Isabel Kaye da equipe de arte do filme “Trama Fantasma” (2017). Os pontos fortes do longa são a atuação de Josh Helman que está impecável e visceral, as imagens de arquivo ao final, um trecho da entrevista com o própio Lenny antes de seu falecimento, além da participação, mais que especial, do saudoso John Hurt de “O Homem Elefante” (1980) e “O Expresso da Meia Noite” (1978).

Em tempos de pandemia é revigorante ver histórias de superação e reconstrução de vida e de modo de ver o mundo, ainda mais no aconchego do lar. “My Name is Lenny” estreia dia 31 de junho nas plataformas: Now, Claro Vídeo, Vivo Play, Apple TV, Itunes, Youtube filmes e Google play. Faça sua pipoca e boa sessão!

Sobre o Autor:

Editora do site Cinema & Movimento e crítica cinematográfica

Deixar Um Comentário