‘Onde Está Você, João Gilberto?’ Uma jornada, vários olhares

>>‘Onde Está Você, João Gilberto?’ Uma jornada, vários olhares

‘Onde Está Você, João Gilberto?’ Uma jornada, vários olhares

Por | 2018-08-22T02:15:10+00:00 22 de agosto de 2018|Crítica Cinematográfica|0 Comentários

Onde Está Você, João Gilberto? (Where are you, João Gilberto?) (Documentário); Participações: Miúcha, João Donato, Roberto Menescal; Direção: Georges Gachot; Suíca/Alemanha/França, 2018. 107 Min.

Foi-se a época em que documentários tinham um arcabouço fechado só com imagens de arquivo, entrevistas e narrativa em off. “Onde está Você, João Gilberto?” celebra o criador da Bossa Nova seguindo os passos de um jornalistl que, costurando a sua procura pelo cantor, com a música ‘Hô-ba-lá-lá’ escreveu um livro sem tê-lo encontrado. Esse fã é Marc Fischer que após vir para o Brasil e procura-lo sem medir esforços, faleceu antes de seu projeto ter terminado. Georges Gachot, então, resolve empreender essa saga seguindo os passos de Fischer à procura de João Gilberto e registra essa experiência no documentário.

Famoso por sua reclusão espontânea ou misantropia declarada, o cantor e compositor João Gilberto é uma lenda viva pelo seu talento e sua inusitariedade comportamental, para quem habita o nicho das celebridades e pessoa pública. Criador de um ritmo genuinamente brasileiro e influenciador do jazz americano, João deu ritmo e voz a músicas brasileiras conhecidas internacionalmente de compositores como Tom Jobim, Carlos Lyra, Dorival Caymmi e outros, eternizou em sua voz músicas como: ‘Desafinado’, ‘Lobo Bobo’, ‘Pra Que Discutir com Madame’, ‘A Felicidade’ entre outras. Agora é alvo de um documentário que, na realidade, é um relato de experiência à sua procura, seguindo os passos de Marc Fischer  a partir do livro “Hô-ba-lá-lá: à Procura de João Gilberto”

Georges Gachot, documentarista do âmbito da música, grande admirador da música brasileira e conhecido pelos docs “Maria Bethania: Música é Perfume” (2005); “Mana Caymmi em Rio Sonata” (2010) e; “O Samba” (2014) envolve o espectador numa aventura de busca por alguém que não quer ser encontrado entrecortada com as músicas de João Gilberto, conversas com amigos e conhecidos do cantor num fomento de memória enriquecedor para quem gosta de musica popular brasileira.

O longa foi seleção oficial no Vision Du’reel; no DOK Fest Munchen; no Festival de Locarno e foi filme de abertura do In-Edit Brasil. Para quem curte música, principalmente Bossa Nova, e gosta de documentários é uma viagem aos tempo áureos do ritmo sem tirar os pés do chão.

Sobre o Autor:

Editora do site Cinema & Movimento e crítica cinematográfica

Deixar Um Comentário