Festival de Cinema "Semana dos Realizadores" está de cara nova e nome novo

>>Festival de Cinema "Semana dos Realizadores" está de cara nova e nome novo

Festival de Cinema "Semana dos Realizadores" está de cara nova e nome novo

Por | 2018-04-23T22:36:45+00:00 14 de novembro de 2017|Mostras e Festivais|0 Comentários

O tradicional Festival de Cinema “Semana dos Realizadores” está em sua 9ª edição e a partir desta passa a ser chamada de “Semana – Festival de Cinema”. O evento foi criado em 2009  com o nome Semana dos Realizadores, tendo o objetivo de dar mais espaço aos filmes de uma nova geração de realizadores brasileiros, com a organização de exibições e debates. Hoje a Semana aposta em obras que estejam em sintonia com questões contemporâneas, que provoquem discussões sociais, políticas e estéticas, e também se arrisquem na linguagem cinematográfica. Famosa por ter suas exibições, discussões  e debates voltados para produção cinematográfica brasileira, esse ano o evento traz duas mostras convidadas que comportam filmes internacionais de produção independente vindo de países como Estados Unidos, Inglaterra, Argentina, França e Alemanha, totalizando 56 filmes entre nacionais e internacionais, entre curtas, médias e longas metragens.

Para a mostra competitiva foram selecionados 16 filmes. entre eles “Café com Canela” de Ari Rosa e Glenda Nicácio (Bahia) vencedor do prêmio do  de melhor filme do júri popular do Festival de Brasília; Antônio um dois três (Ceará), primeiro longa de Leonardo Mouramateus, que chega ao Rio depois de participar de festivais importantes como o de Roterdã, IndieLisboa e CPH:PIX; Era uma vezBrasília, de Adirley Queirós, que recebeu o prêmio de melhor direção no Festival de Brasília; Pazucus: a ilha do desarrego, um provocante exemplar do terror catarinense; e Resiliência, novo curta do artista visual Marcellvs L., que terá sua première internacional e o longa 66Kinos, do alemão Philipp Hartmann.

As duas novas mostras são de curadores convidados: a do crítico  Victor Guimarães e da pesquisadora Patrícia Mourão. O primeiro traz uma mostra de filmes contemporâneos internacionais na qual estão reunidas produções como Paris est une fête – Un filme en 18 vagues, do diretor Sylvain George, que acompanha adolescentes estrangeiros em seus percursos pelas ruas da capital francesa após os atentados na cidade desde o final de 2015. Também foram selecionadas obras do argentino Eduardo Williams, do galês Scott Barley, da americana Deborah Stratman e da espanhola radicada nos Estados Unidos, Monica Savirón. A segunda traz uma sessão que busca trabalhar com o deslocamento de obras das salas de galerias e museus para a tela do cinema. Em sua seleção, estão obras como Cais do corpo, de Virginia de Medeiros (RJ); Rio de Janeiro, de Luiz Roque (SP) e Superquadra-Sací, de Cristiano Lenhardt (PE).

A 9ª Semana acontecerá no Espaço Itaú do Rio de Janeiro de 16 a 22 de novembro de 2017. O juri oficial será composto pela atriz Mariana Nunes, pela artista visual Paula Gaitán e peol cineasta alemão Philipp Hartman. O filme de Abertura é “Arábia” de afonso Uchôa e João Dumans e o filme de encerramento é “66 Kinos” de Hartmann

para maiores informações – programação, notícias e serviços – (Aqui!)

Sobre o Autor:

Amante da sétima arte e escritora por hobby

Deixar Um Comentário