Seleção Oficial dos Filmes Nacionais na 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

>>Seleção Oficial dos Filmes Nacionais na 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Seleção Oficial dos Filmes Nacionais na 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Por | 2018-06-17T00:57:52+00:00 18 de outubro de 2017|Mostras e Festivais|0 Comentários

A 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo traz uma seleção de 64 filmes, incluindo a apresentação especial de alguns filmes importantes na história do cinema brasileiro, seja em forma de homenagem, de marco histórico cinematográfico ou, mesmo para dar visibilidade a obras premiadas recentes.  Esta acontece na programação do vão livre do MASP, cujos títulos são: “5 Vezes Chico: O Velho e sua Gente” (2015); “Cinema, Aspirinas e Urubus” (2005); “Eles Não Usam Black Tie” (1981); ” Quando o Carnaval Chegar” (1972) “Macunaíma” (1969); ” O Home Nu” (1968); “O Padre e a Moça” (1966); “Tudo é Projeto” (2017) e “Café com Canela” (2017) – ganhador do Prêmio Petrobrás de Cinema no Festival de Brasília.

A Mostra de Cinema de São Paulo 2017 apresenta títulos nacionais premiados internacionalmente em outros festivais e também os que foram seleção oficial. a exemplos de :  “Gabriel e a Montanha” de Felipe Barbosa,  premiado na semana da crítica no Festival de Cannes e faz parte da seção Perspectiva internacional da Mostra; “As Boas Maneiras” de Juliana Rojas e  Marco Dutra, vencedor do Prêmio Especial do Juri em Locarno e também  faz parte da seção perspectiva internacional; “Pela Janela” de Caroline Leone, vencedor do Prêmio FIPRESCI em Roterdã e que juntamente com outros também  compete na seção perspectiva internacional; “Foro Íntimo” de Ricardo Mehedff, vencedor do prêmio de melhor filme estrangeiro no London Independent Film Awards e integra a competitiva Novos Diretores.

Filmes brasileiros que integram essa competição (Novos Diretores) são dirigidos por cineastas estreantes que farão sua primeira exibição no país na Mostra SP. São eles: “Antes que eu me Esqueça” de Tiago Arakelian; “Aqualoucos” de Vítor Ribeiro; “Meu Tio e o Joelho de Porco” de Rafael Terpino; “O Beijo” de Murilo Benício e “Organismo” de Jeorge Pereira.

Lembrando que todos os filmes brasileiros da Perspectiva internacional e da competitiva Novos Diretores concorrem ao Prêmio do Público da Mostra , que inclui o troféu Bandeira Paulista de melhor filme brasileiro. Veja quais são os filmes que estreiam na Mostra e que concorrem ao Prêmio Bandeira Paulista de Melhor Filme: “A Imagem da Intolerância” de Joana Mariani e Paula Trabulsi; “Híbidos, Os Espíritos do Brasil” de Priscila Telmon e Vincent Moom; “Inaudito de Gregorio Gananian; “Primeiro Bailarino” de Felipe Braga; “Querida Mamãe” de Jeremias Moreira; ” Saudade” de Paulo Caldas; “Soldados do Araguaia” Belisário Franca.

Pela primeira vez, a Mostra vai entregar o Prêmio Petrobras de Cinema a dois filmes escolhidos pelo juri especializado – com exceção daqueles que já o receberam em outros festivais nacionais – um de ficção e outro do gênero documentário. Veja a lista completa dos que concorrem:

  • A Imagem da Intolerância de Joana Mariani e Paula Trabulsi
  • A Moça do Calendário de Helena Ignez
  • A Vida Extra-ordinária de Tarso de Castro de Leo Garcia e Zeca Brito
  • Abaixo a Gravidade de Edgar Navarro
  • Açúcar de renato Pinheiro e Sergio Oliveira
  • Amores de Chumbo de Juca Siqueira
  • Antes do Fim de Cristiano Burlan
  • Antes que eu me Esqueça de Tiago Arakilian
  • Antonio um dois três de Leonardo Moura Mateus
  • Aos Teus Olhos de Carolina Jabor
  • Aqualoucos de Vítor Ribeiro
  • Arábia de Afonso Uchôa e João Dumans
  • As Boas Maneiras de Juliano Rojas e Marco Dutra
  • Até o Próximo Domingo de Evalso Mocarzel
  • Aurora 1964 de Diego DiNiglio
  • Berenice Procura de Alan Fiterman
  • Bio de Carlos Gerbase
  • Callado de Amélia Silveira
  • Camocin de Quentin Delaroche
  • Cartas para um Ladrão de Livros de Carlos Cavechini e Carlos Juliano de Barros
  • Construindo Pontes de Heloisa Passos
  • Em Nome da América de Fernadno Weller
  • Eu, Pecador de Nelson Hoineff
  • Foro Íntimo de Ricardo Mehedff
  • Gabriel e a Montanha de Felipe Rocha
  • Henfil de Ângela Zoé
  • Híbridos,Os Espíritos do Brasil de Priscila Telmon e Vincent Moon
  • Homem Livre de Álvaro Furloni
  • Inaudito de Gregório Gananian
  • Legalize Já de Jhonny Araújo, Gustavo Bonafé
  • Meu Tio e o Joelho de Porco de Rafael Terpin
  • Soldados do Araguaia de Belisario Franca
  • Todas as Razões para Esquecer de Pedro Coutinho
  • Todos os Paulos do Mundo de Rodrigo Oliveira, Gustavo Ribeiro
  • Torquato Neto: Todas as Horas do Fim de Eduardo Ades e Marcus Fernando
  • Vazante de Daniela Thomas
  • Yoga, Arquitetura da Paz de Heitor Dhalia
  • Yonlu – Hique Montanari

#MostraSP #FestivalDeFilmesSP #Cinema #41MostraSP #CinemaNacional

Sobre o Autor:

Editora do site Cinema & Movimento e crítica cinematográfica

Deixar Um Comentário