Vencedores do Oscar 2018

>>Vencedores do Oscar 2018

Vencedores do Oscar 2018

Por | 2018-04-22T02:06:42+00:00 5 de março de 2018|Notícias|0 Comentários

Entrando para a História da premiação como a primeira edição em que um filme estrelado por uma atriz trans ganha a estatueta na sua categoria – filme estrangeiro – a 90ª edição do Oscar se abre para o novo, se afasta do conservadorismo premiando a América latina por “Uma Mulher Fantástica” que é um filme chileno dirigido por Sebástian lelio e estrelado por Daniela Vega,   o diretor  mexicano Guilhermo Del Toro com o prêmio da categoria e, ainda dá o prêmio de roteiro original para um negro – Jordan Peele – pela história  em “Corra!”. No mais, não tão grandes surpresas: “A Forma da Água” foi o grande vencedor da noite com 4 estatuetas (direção de arte, trilha sonora, direção e filme) e em segundo lugar “Dunkirk” com 3 estatuetas (edição de som, mixagem de som e edição) quando se esperava que “Três anúncios para Um Crime” ficasse em segundo. Mas, mesmo assim, o longa levou prêmios principais como: Melhor atriz para Frances MsDorman e melhor ator coadjuvante para Sam Rockwell. Das obviedades, Gary Oldman enfim, se consagrou pelo papel de Winston Churchill em “O Destino de uma Nação”, que também levou maquiagem e cabelo, merecidamente; e melhor figurino para “Trama Fantasma” cujo nicho da história é a moda.  O discurso, dessa vez, ficou por conta de Frances McDorman  que  fez uma ode à força feminina. Ou seja, diverso e apoiando causas das ‘minorias’, o Oscar, segue se moldando e se polindo para estar confortável numa realidade em movimento que muda o tempo todo e que tem uma complexidade de aspectos. O Oscar tem fugido da fossilização e do engessamento, e essa edição mostrou isso.

Confira abaixo a lista completa com os vencedores:

  • Melhor ator coadjuvante: Sam Rockwell de “Três Anúncios Para um Crime”
  • Melhor maquiagem e cabelo:  “O Destino de Uma Nação”
  • Melhor figurino: “Tranma Fantasma”
  • Melhor documentário: “Ícaro”
  • Melhor edição de som: “Dunkirk”
  • Melhor mixagem de som: “Dunkirk”
  • Melhor direção de arte:  “A Forma da Água”
  • Melhor filme estrangeiro: “Uma Mulher Fantástica” (Chile)
  • Melhor atriz coadjuvante: Allyson Janney de “Eu, Tonya”
  • Melhor curta de animação: Dear Basketball
  • Melhor Animação: “Viva – A Vida é Uma Festa”
  • Melhor efeito Visual: “Blade Runner 2049”
  • Melhor edição: “Dunkirk”
  • Melhor documentário de curta-metragem: Heaven Traffic Jam on the 405″
  • Melhor curta-metragem de ficção: “Silent Child”
  • Melhor roteiro adaptado: “Me Chame pelo Seu Nome”
  • Melhor roteiro original: “Corra!”
  • Melhor Fotografia: “Blade Runner 2049”
  • Melhor trilha sonora original: “A Forma da Água”
  • Melhor canção original: “Viva – A Vida é Uma Festa”
  • Melhor direção: Guilhermo del Toro por “A Forma da Água”
  • Melhor ator: Gary oldman por “O Destino de Uma Nação”
  • Melhor atriz: Frances MacDorman por “Três Anúncios Para Um Crime”
  • Melhor filme: “A Forma da Água”.

Sobre o Autor:

Crítica cinematográfica, editora do site Cinema & Movimento, mestre em educação, professora de História e Filosofia e pesquisadora de cinema. Acredito no potencial do cinema para fomentar pensamento, informar, instigar curiosidades e ser um nicho rico para pesquisas, por serem registros de seus tempos em relação a indícios de mentalidades, nível tecnológico e momento histórico.

Deixar Um Comentário