‘Corgi:Top Dog’ diversão e ironias

>>‘Corgi:Top Dog’ diversão e ironias

‘Corgi:Top Dog’ diversão e ironias

Por | 2019-09-02T15:28:13+00:00 2 de setembro de 2019|Crítica Cinematográfica|0 Comentários

Corgi: Top Dog (The Queen’s Corgi) (Animação/Comédia/Família); Elenco: Rusty Shackleford, Jo Wyatt, Leo Barakat; Direção: Vincent Kesteloot e Ben Stassen; Bélgica, 2019. 85 Min.

O mundo da animação está cada vez mais recheado de camadas, com ‘pegadas’ inteligentes e diversas. Agora é a vez de se falar sobre política, cultura, costumes e a boa e velha intriga palaciana que fascina aos pobres mortais, como em “Games of Thrones” ou “A Favorita”. Mas, dessa vez, é no mundo dos cães. E hão de convir que, não há pedida melhor do que eleger como personagens os cães Corgi da monarquia mais famosa do planeta: a britânica.

Rex (Leo Barakat) é um cãozinho da raça Corgi que veio compor o clã de cães reais da Rainha Elisabeth (Mari Devon). Travesso e sem noção, Rex quase que causa um incidente diplomático entre a Inglaterra e os EUA num jantar da Rainha com Donald Trump (kirk Thornton) e Melania Trump (Millie Mup). A partir daí ele é alvo de uma traição para pôr-se fora do palácio de Buckingham. O roteiro é brincalhão, irônico e, por vezes, sarcástico. Mas, é muito bem amarrado numa animação colorida, alegre, engraçada e com bons descansos de atenção para a galerinha picorrucha. Não se contentando em ser apenas infantil, os roteiristas brincam com as relações entre os dois países e as obrigações reais, transferindo-as para o mundo dos cães. Essa parte é para a alegria dos acompanhantes dos espectadores mirins. Podendo ser, inclusive, uma alfinetada incômoda.

Os diretores belgas Vincent Kesteloot de “As Aventuras de Robinson Crusoé” (2016) e Ben Stassen de séries de animação de TV, juntamente com os roteiristas Rob Spackling de “Gnomeu e Julieta: O Mistério do Jardim” (2018) e Johnny Smith, também de séries de animação para TV são mordazes e divertidos numa abordagem competente, tanto para crianças quanto para adultos. A animação não tem o intuito de trazer lições de moral, nem refletir sobre valores, apenas divertir. E consegue com maestria.

“Corgi: Top Dog” é uma animação para quem curte o gênero e quer se divertir dando muitas gargalhadas com um desenho simples. Vale a pena conferir!

Sobre o Autor:

Editora do site Cinema & Movimento e crítica cinematográfica

Deixar Um Comentário