Festival ‘É Tudo Verdade’ anuncia seleção 2019

>>Festival ‘É Tudo Verdade’ anuncia seleção 2019

Festival ‘É Tudo Verdade’ anuncia seleção 2019

Por | 2019-03-16T01:53:06+00:00 16 de março de 2019|Notícias|0 Comentários

Foi dada a largada ao 24º Festival Internacional de Documentários – É Tudo Verdade. O Festival se divide entre Rio e São Paulo e este ano exibirá 66 filmes, em sessões gratuitas, entre os dias 4 e 14 de abril em São Paulo e 8 e 14 de abril no Rio de Janeiro.

Criado e dirigido pelo crítico Amir Labaki, o É Tudo Verdade conta com apoio cultural do Itaú Cultural, parceria do Sesc-SP e copatrocínio da Spcine. O projeto foi contemplado no edital SAV/MINC/FSA nº 11, 2018. Conta também com o apoio do Governo do Estado de São Paulo – Secretaria de Cultura e Economia Criativa e do Ministério da Cidadania – Secretaria Especial da Cultura.

Os filmes premiados no É Tudo Verdade 2019, nas competições de curtas e longas- metragens, estarão automaticamente classificados para serem examinados para a disputa do Oscar do ano que vem. “O convite pela Academia para o festival tornar-se também um evento classificatório para o Oscar de longa-metragem, como há três anos já o somos para os curtas, representou um estímulo extra para nosso trabalho”, afirma Labaki.

E tem novidades nesta edição, em associação com o Itaú Cultural, na rasteira do cinema online francês, o festival É Tudo Verdade tem uma programação online para aqueles que estão fora do circuito no qual o festival se realiza. Serão exibidas obras exclusivas no cyber espaço comentados pelo diretor do festival Amir Labaki que acontecerá de 4 a 14 de abril. Confira a lista no item Programação online no site Itaú cultural:

Confira lista dos selecionados para a edição de 2019

SESSÕES DE ABERTURA:

São Paulo: “Mike Wallace está aqui” de Avi Belkin dia 03 de abril numa sessão especial no auditório do Ibirapuera.

Rio de Janeiro: “Memórias do Grupo Opinião” de Paulo Thiago dia 08 de abril no espaço Itaú de Cinemas

HOMENAGENS:

O festival deste ano celebra a memória e a obra de dois mestres falecidos em 2018: Nelson Pereira dos Santos e Claude Lanzmann. Em parceria com o Instituto Moreira Salles, o É Tudo Verdade destaca parte da produção documental de Nelson Pereira dos Santos (1928-2018), diretor de clássicos como “Vidas Secas” (1964). O programa destaca seus ensaios sobre dois influentes pensadores brasileiros: Gilberto Freyre e Sérgio Buarque de Holanda. Serão exibidos “Casa Grande & Senzala” (2001), realizado para a televisão a partir do livro de Freyre, e “Raízes do Brasil” (2004), sobre a obra e a vida do historiador Sérgio Buarque de Holanda.

  • Casa Grande & Senzala – Gilberto Freyre, o Cabral Moderno (dir. Nelson Pereira dos Santos, Brasil, 2001)
  • Casa Grande & Senzala – A Cunhã, Mãe da Família Brasileira (dir. Nelson Pereira dos Santos, Brasil, 2001)
  • Casa Grande & Senzala – O Português, Colonizador dos Trópicos (dir. Nelson Pereira dos Santos, Brasil, 2001)
  • Casa Grande & Senzala – O Escravo Negro na Vida Sexual e de Família do Brasileiro (dir. Nelson Pereira dos Santos, Brasil, 2001)
  • Raízes do Brasil, uma Cinebiografia de Sérgio Buarque de Hollanda – Episódio 1 (dir. Nelson Pereira dos Santos, Brasil, 2004)
  • Raízes do Brasil, uma Cinebiografia de Sérgio Buarque de Hollanda – Episódio 2 (dir. Nelson Pereira dos Santos, Brasil, 2004)
  • As Quatro Irmãs – A Arca de Noé (dir. Claude Lanzmann, França, 2017)
  • As Quatro Irmãs – Baluty (dir. Claude Lanzmann, França, 2017)
  • As Quatro Irmãs – O Juramento de Hipócrates (dir. Claude Lanzmann, França, 2017)
  • As Quatro Irmãs – A Pulga Alegre (dir. Claude Lanzmann, França, 2017)

COMPERIÇÃO BRASILEIRA – LONGAS E MÉDIAS METRAGENS:

  • Cine Marrocos (dir. Ricardo Calil, 2018)
  • Dorival Caymmi – Um Homem de Afetos (dir. Daniela Broitman, 2019)
  • Estou me Guardando para Quando o Carnaval Chegar (dir. Marcelo Gomes, 2019)
  • Niède (dir. Tiago Tambelli, 2019)
  • Rumo (dir. Flavio Frederico e Mariana Pamplona, 2019)
  • Soldado Estrangeiro (dir. José Joffily e Pedro Rossi, 2019)
  • Soldados da Borracha (dir. Wolney Oliveira, 2019)

COMPETIÇÃO INTERNACIONAL – LONGAS OU MÉDIAS METRAGENS

  • A Beira (dir. Alison Klayman, EUA, 2018)
  • “Agora Algo Está Mudando Lentamente” (dir. Mint Film Office, Holanda, 2018)
  • O Caso Hammarskjöld (dir. Mads Brügger, Dinamarca, Noruega, Suécia e Bélgica, 2019)
  • Defensora (dir. Rachel Leah Jones e Philippe Bellaïche, Israel, Canadá e Suíça, 2019)
  • Encontrando Gorbachev (dir. Werner Herzog e Andre Singer, Reino Unido, EUA e Alemanha, 2018)
  • Hungria 2018 – Bastidores da Democracia (dir. Eszter Hajdu, Hungria, 2018)
  • Meu Amigo Fela (dir. Joel Zito Araújo, Brasil, 2019)
  • Piazzolla: Os Anos do Tubarão (dir. Daniel Rosenfeld, França e Argentina, 2018)
  • Reconstruindo Utoya (dir. Carl Javér, Suécia, Noruega e Dinamarca, 2018)
  • Retrato Chinês (dir. Wang Xiaoshuai, Hong Kong, 2018)
  • Testemunhas de Putin (dir. Vitaly Mansky, Letônia, Suíça e República Checa, 2018)
  • Ziva Postec. A Montadora por Trás do Filme ‘Shoah’ (dir. Catherine Hébert, Canadá, 2018)

COMPETIÇÃO BRASILEIRA – CURTA-METRAGENS

  • As Constituintes de 88 (dir. Gregory Baltz, RJ, 2019)
  • Kerexu (dir. Denis Rodriguez e Leonardo Remor, RS, 2018)
  • Nome de Batismo – Frances (dir. Tila Chitunda, PE, 2019)
  • Partir (dir. Sonia Guggisberg, SP, 2018)
  • Planeta Fábrica (dir. Julia Zakia, SP, 2019)
  • A Primeira Foto (dir. Tiago Pedro, CE, 2018)
  • Retratos Sobre o Não Ver (dir. Erik Gasparetto, PR, 2018)
  • Sem Título # 5: A Rotina Terá seu Enquanto (dir. Carlos Adriano, SP, 2019)
  • Vento de Sal (dir. Anna Azevedo, RJ, 2019)

COMPETIÇÃO INTERNACIONAL – CURTA-METRAGENS

  • 2001 – Faíscas na Escuridão (dir. Pedro González Bermúdez, Espanha, 2018)
  • O Costureiro Debaixo da Ponte (dir. Banpark Jieun, Coreia do Sul, 2018)
  • As Instruções (dir. Filip Drzewiecki, Polônia, 2018)
  • Lily (dir. Adrienne Gruben, EUA, 2018)
  • O Mar Enrola na Areia (dir. Catarina Mourão, Portugal, 2018)
  • Na Boca da Mina (dir. Brandán Cerviño, Cuba, 2018)
  • Na Nossa Casa (dir. Iban Colón, Espanha, 2018)
  • Nove Cinco (dir. Tomás Arcos, Chile, 2018)
  • Swatted (dir. Ismaël Joffroy Chandoutis, França, 2018)

COMPETIÇÃO LATINO-AMERICANA

  • A Arrancada (dir. Aldemar Matias, França, Cuba e Brasil, 2019)
  • Está Tudo Bem (dir. Tuki Jencquel, Venezuela e Alemanha, 2018)
  • Hoje e Não Amanhã (dir. Josefina Morandé, Chile, 2018)
  • A Liberdade É uma Palavra Grande (dir. Guillermo Rocamora, Uruguai e Brasil, 2018)
  • Maricarmen (dir. Sergio Morkin, México, 2019)
  • Piazzolla: Os Anos do Tubarão (dir. Daniel Rosenfeld, França, 2018)

MOSTRA O ESTADO DAS COISAS:

  • Carta a Theo (dir. Elodie Lélu, Bélgica, 2018)
  • Marceline. Uma Mulher. Um Século (dir. Cordelia Dvorák, França, Holanda, 2018)
  • Maria Luiza (dir. Marcelo Díaz, Brasil, 2019)

PROGRAMAS ESPECIAIS:

  • O Barato de Iacanga (dir. Thiago Mattar, Brasil, 2019)
  • Fotografação (dir. Lauro Escorel, Brasil, 2019)
  • Milú (dir. Tarso Araujo e Raphael Erichsen, Brasil, 2019)

PROGRAMAÇÃO ONLINE NO SITE iTAÚ CULTURAL:

  • Dino Cazzola – Uma Filmografia de Brasília (dir. Cleisson Vidal e Andrea Prattes, Brasil, 2012)
  • O Galante Rei da Boca (dir. Alessandro Gamo e Luis Rocha Melo, Brasil, 2004)
  • Histórias Cruzadas (dir. Alice de Andrade, Brasil, 2008)
  • Tudo por Amor ao Cinema (dir. Aurélio Michiles, Brasil, 2014)

CONFIRA OS ENDEREÇOS ONDE AS EXIBIÇÕES SERÃO REALIZADAS:

SÃO PAULO:

Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 1.000) IMS Paulista (Avenida Paulista, 2.424)

Itaú Cultural (Avenida Paulista, 149) Sesc 24 de Maio (Rua 24 de Maio, 109)

RIO DE JANEIRO:
Estação NET Botafogo (Rua Voluntários da Pátria, 88) – Salas 1 e 2 IMS Rio (Rua Marquês de São Vicente, 476)

Sobre o Autor:

Editora do site Cinema & Movimento e crítica cinematográfica

Deixar Um Comentário